segunda-feira, 2 de junho de 2014

Riscos em telas LCD/LED: é possível remover?

Nenhum monitor LCD ou LED está imune a ser riscado por acidente. Telas de celulares e tablets, carregados em bolsos e bolsas por aí, são ainda mais suscetíveis a danos, embora alguns dos mais caros contem com tecnologias que protegem até certo ponto. Películas ajudam, todo o cuidado é necessário, mas quando o dano ocorre, o que fazer? Existe alguma forma de resolver o problema ou pelo menos diminuir os riscos?

Fonte: Pixabay

Percebi que meu monitor LED estava com alguns riscos, causados não sei quando, não sei como. De início, imaginei que não havia solução para isso; depois, tive a ideia de consultar o Google. Encontrei algumas possíveis soluções.

Testei todas as soluções indicadas, exceto o produto específico para esse fim: o Displex, que, segundo relatos causaria alguns danos à camada antirreflexiva do monitor. Além de que esse produto demoraria alguns dias para chegar, tornando-o um último recurso, devido à melhor disponibilidade das outras opções.

Para encurtar a conversa, o que de fato resolveu os riscos superficiais do meu monitor foi a vaselina. Os outros produtos não produziram nenhum resultado perceptível, o que eu imaginava. Pode ser que funcionem melhor em tipos de telas diferentes, isso precisa ser testado caso a caso.

Resumo dos testes:

  • Pasta de dente: não resolveu nem atenuou o problema.
  • Óleo de cozinha: idem.
  • Borracha escolar: idem. Algumas pessoas relatam que pode piorar a situação
  • Vaselina: os riscos principais ficaram imperceptíveis. Olhando com bastante atenção, ainda é possível ver alguns vestígios, que não atrapalham em nada o uso do monitor.
  • Displex: não testado. Possíveis danos ao monitor.

O modo de utilizar a vaselina é bem simples: derrame uma gota do produto em um pedaço de algodão e esfregue sobre os locais dos riscos e em volta por até dois minutos. Limpe a tela em seguida, utilizando um pano ou papel adequado, limpo e seco.

Conclusão

Escrevo este artigo para ajudar outras pessoas que porventura passem pela mesma situação. Eu não acreditava que seria possível remover os riscos com qualquer das alternativas indicadas até que os riscos desapareceram. Novamente, cada caso tem as suas peculiaridades.

Fontes

Nenhum comentário:
Postar um comentário

Sua opinião é bem-vinda!