segunda-feira, 14 de abril de 2014

Switches layer 3 e roteadores

Switches comuns são dispositivos de rede que operam na camada 2 do modelo OSI, comutando quadros entre diferentes dispositivos Ethernet. Em vez de simplesmente receber e replicar os quadros para todos os dispositivos conectados a ele, como fazem os hubs, os switches mantêm uma tabela de encaminhamento que lhes permite saberem quais endereços MAC estão conectados a cada porta.

Os roteadores, por sua vez, atuam na camada 3 do modelo OSI e dispõem de uma tabela de roteamento, com rotas estáticas e dinâmicas. Isso quer dizer que um roteador não depende de conhecer o endereço MAC do destinatário; o encaminhamento é feito com base nas rotas conhecidas. Se o roteador não conhece uma rota para o endereço de destino, e não há uma rota padrão, o pacote é descartado. Pacotes broadcast, por exemplo, são eleminados.

Switches de camada 3 apresentam características tanto de switches como de roteadores. São switches por não possuírem portas WAN, por funcionarem de forma semelhante a um switch em redes locais e por serem muito rápidos na comutação de pacotes. Como os roteadores, eles contam com uma tabela de roteamento própria, não dependendo do endereço MAC para saber como determinar a origem e o destino dos pacotes. Isso, juntamente com o hardware otimizado de autênticos switches, lhes confere uma velocidade de processamento frequentemente maior que a de roteadores comuns.

Para saber mais:

Nenhum comentário:
Postar um comentário

Sua opinião é bem-vinda!