quarta-feira, 16 de abril de 2014

Servidor de aplicação: conceitos

Um servidor de aplicação "fornece um ambiente onde aplicações são executadas, não importa quais são nem o que fazem". no universo da linguagem java, o termo é um tanto controverso e sofre constantes mudanças. tradicionalmente, ferramentas como apache tomcat ou jetty não eram considerados servidores de aplicação; atualmente, no entanto, ambos têm sido reconhecidos como tal, ainda que num sentido mais amplo.

Fonte: Pixabay

É comum a confusão entre os termos servidor Web e servidor de aplicação. A forma mais simples de diferenciá-los é que servidores Web lidam exclusivamente com requisições HTTP, enquanto um servidor de aplicação, ademais de poder lidar com outros protocolos além do HTTP, permite acesso a lógica de negócio, que pode ser usada por uma variedade de aplicações clientes.

Uma das grandes vantagens do servidor de aplicação é poder ser reutilizado por diferente aplicativos. Um serviço que forneça preços de produtos pode tanto ser utilizado por um cliente loja virtual como por um comparador de preços, sem que a lógica de negócio seja reimplementada em cada um.

Servidores de aplicação contam com facilidades como balanceamento de carga, pooling de conexões de banco de dados e transações. Muitos servidores de aplicação possuem também um servidor Web embutido, o qual na maioria dos casos não é usado diretamente no ambiente de produção, para não prejudicar o desempenho do servidor de aplicação.

Para saber mais:

Nenhum comentário:
Postar um comentário

Sua opinião é bem-vinda!