terça-feira, 15 de abril de 2014

Qualidade de serviço em ambiente WAN

QoS (do inglês Quality of Service, "Qualidade de Serviço") é um termo utilizado para descrever tecnologias e serviços que existem para assegurar que determinadas aplicações críticas e avançadas receberão os recursos necessários para a sua transmissão através da rede.

Em redes sem QoS, todo o tráfego é tratado de forma igualitária; não há prioridade, e todos os pacotes transmitidos são efetivamente entregues de acordo com os recursos disponíveis. Alguns pacotes podem ser descartados na ocasião de um congestionamento, outros podem demorar a serem entregues.

Há determinadas aplicações, no entanto, que necessitam de garantias especiais para funcionarem corretamente. É o caso, por exemplo, de vídeoconferência e voz sobre IP. Aplicações de dados conseguem operar em condições mais flexíveis, geralmente.

Tecnologias

Tecnologias de rede como Frame Relay e ATM (assynchronous transfer mode) oferecem suporte nativo, via hardware, a qualidade de serviço. Redes ATM, especialmente, por serem oritentadas a conexão, dispõem de facilidades para garantir uma determinada qualidade de serviço e para alocar recursos de rede, tudo no nível de hardware.

Por outro lado, tecnologias sem conexão direta, como as baseadas em TCP/IP, oferecem QoS com base em definições de prioridade de tráfego. Existem dois modelos principais para QoS nesses tipos de rede: IntServ e DiffServ.

O modelo IntServ se baseia na reserva de recursos pelo emissor junto ao receptor, antes do início da comunicação. É utilizada, por exemplo, para garantir que a variação de atraso (jitter) seja baixa, mantendo os requisitos de qualidade.

Serviços diferenciados (DiffServ) faz uso do estabelecimento de diferentes classes para os serviços que utilizam a rede. O campo TOS (Type of Service) do cabeçalho TCP/IP é redefinido para conter as diferentes classes dos serviços. Nesse modelo, ocorrem dois novos tipos de serviços especias: serviços assegurados, que garantem segurança para os serviços quando há congestionamento, e serviços premium, que asseguram baixo atraso e baixo jitter. Limitações

Qualidade de serviço garante que os serviços mais importantes recebam maior prioridade na rede, mas não permite discriminar o tráfego que flui por um mesmo serviço. Serviços WEB e redes sociais trafegam por uma mesma porta TCP, em geral, impedindo que a QoS possa identificar qualquer diferença entre eles. Nesses casos, é preciso analisar diretamente os pacotes para garantir que os de maior importância sejam tratados com prioridade.

Para saber mais:

Nenhum comentário:
Postar um comentário

Sua opinião é bem-vinda!