sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Qual a melhor versão do Windows atualmente: Windows XP, Windows 7 ou Windows 8?

Atualmente são três as versões do Windows mais comuns, por ordem de data de lançamento: Windows XP, Windows 7 e Windows 8. O Windows Vista, lançado depois do XP, já parece ter caído completamente no esquecimento, devido à sua má fama – que é merecida, digamos de passagem.


Windows XP


O Windows XP foi lançado em outubro de 2001 e continua a ser bastante utilizado até hoje, apesar dos esforços da Microsoft em estabelecer um sucessor à altura. De fato, com a chegada do Windows 7 o percentual de computadores com XP instalado foi diminuindo gradativamente, e pelo andar da carruagem a Microsoft finalmente decidiu aposentar o velho SO, informando que o suporte ao produto terminará em abril de 2014.

Não é um SO para ser adquirido hoje, mas se você ainda possui uma cópia ou se o seu computador já o tem instalado, não se preocupe muito, a não ser que os programas que utiliza não são mais compatíveis com ele. Quem conheceu as versões anteriores do Windows sabe que o XP é um marco em termos de robustez, embora  com defeitos.

Windows 7


Depois do fracasso do Windows Vista, a Microsoft apressou-se a lançar um substituto com os principais defeitos corrigidos. Diga-se de passagem, esse objetivo foi alcançado com sucesso, e o Windows 7 conseguiu alcançar sucesso comparável ao do seu antecessor, o Windows XP. É um SO mais robusto e mais ágil que o Vista, ainda que o seu uso de memória seja ainda elevado.

O visual é também mais limpo e mais consistente que o do Vista e do que o do seu sucessor, Windows 8, do qual falaremos mais abaixo. O Windows 7 é a versão do Windows mais recomendada atualmente, a não ser que o dispositivo de destino seja um tablet.

Windows 8


Como mencionado logo acima, o Windows 7 não é a melhor opção para instalação em um dispositivo com tela sensível ao toque, como um tablet. Na verdade, o Windows 8, lançado como possível sucessor do 7, talvez não seja também a melhor opção nesse caso, visto que ele é um híbrido entre um SO tradicional e um voltado para dispositivos touch screen. A sua parte tradicional é visualmente muitíssimo semelhante ao Windows 7, com a diferença de não ter um menu Iniciar.

Em vez do tradicional Iniciar, o Windows 8 tem uma interface nova, voltada para touch screen, o que significa que o usuário precisa ficar passando de uma interface para a outra para usar o sistema. Apesar disso, o Windows 8 apresenta melhorias em relação ao seu predecessor, como o tempo de inicialização de 30% a 70% mais rápido.

Linux


Agora você deve estar se perguntando: se esta é uma postagem sobre Windows, o que tem o Linux a ver com isso? A resposta é que o Linux, nas suas melhores distribuições, possui vantagens sobre todas as versões do Windows. Essas vantagens vão muito além do menor preço; a mais conhecida delas é maior segurança, exemplificada pela inexistência (ou quase) de vírus para a plataforma Linux.

Se você se interessou por conhecer um pouco mais sobre Linux, uma boa sugestão para iniciar a leitura são os sites Viva o Linux e Br-Linux.org.

Referências




Nenhum comentário:
Postar um comentário

Sua opinião é bem-vinda!